Flamengo aumenta investimento e adiciona medidas de segurança ao protocolo dos jogos fora do Rio

Ouvir Áudio

Entre outras medidas, clube terá 100% dos voos fretados, quarto individual para os jogadores e máquina de testes para Covid. Dome fica impressionado e elogia

O Flamengo fará nesta quarta-feira, contra o Atlético-GO, em Goiânia, seu primeiro jogo fora de casa no Brasileiro. Por causa da pandemia do coronavírus, algumas medidas de segurança serão adicionadas ao já elogiado protocolo de viagens desenvolvido em 2019.

  • Aprovado, mas com ressalvas: Fla monitora situação de gramado, e Maracanã indica melhorias

Gabigol durante um dos voos fretados do Flamengo este ano — Foto: Alexandre Vidal/Flamengo
Gabigol durante um dos voos fretados do Flamengo este ano — Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

O investimento do clube vai aumentar, mas é visto como necessário para dar a segurança adequada ao time. Na primeira rodada, houve o exemplo do Goiás, que no dia da partida contra o São Paulo tomou conhecimento de que nove jogadores estavam infectados. O jogo precisou ser adiado.

O técnico Domènec Torrent ficou bastante impressionado com a estrutura montada pelo Flamengo para o Brasileiro, e foi comparada por ele a dos grandes da Europa. O catalão ficou satisfeito especialmente com a notícia de que todos os voos serão fretados, algo que é visto atualmente também como um atrativo na hora de contratar reforços de peso.

No dia a dia, o processo de montagem da logística é coordenado pelo supervisor Gabriel Skinner, com auxílio de Marcio Santos.

O protocolo do Fla para jogos fora do Rio:
Todos os voos serão feitos em aviões fretados, algo que já havia virado rotina após a conturbada viagem para Salvador para enfrentar o Bahia, no Brasileiro 2019. Agora, o clube fechou uma parceria com a empresa Azul, e as aeronaves vão ficar à disposição da delegação durante toda viagem.
Um exemplo: contra o Atlético-GO, o avião fica parado em Goiânia e será o mesmo utilizado para a ida dos jogadores para o Paraná, onde, sábado, o Flamengo enfrenta o Coritiba.

Os embarques e desembarques seguem por áreas privadas dos aeroportos. Em muitos casos os jogadores descem do avião ainda na pista e já entram no ônibus. Mesmo padrão utilizado pela seleção brasileira.

Rafinha faz exame no Flamengo — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo
Rafinha faz exame no Flamengo — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

O clube levará uma máquina de testes rápidos para Covid, que custou R$ 100 mil, para todos os lugares. Todas as pessoas que precisem ter algum contato com os atletas serão testadas.
Um exemplo: se um cabeleireiro for ao hotel atender um jogador, será testado antes de chegar ao andar da delegação. Cada teste custa cerca de R$ 250.

Quartos individuais: neste Brasileiro, os jogadores vão ficar sozinhos em seus quartos. Tudo para que fiquem mais isolados. Antes, os atletas ficavam em duplas.
Nos treinos fora do Rio, a preferência será por realizar as atividades em horários alternativos aos clubes donos do CT, sempre com cuidados de não ter contato com outra delegação. Contra o Atlético-GO, por exemplo, o Flamengo vai utilizar as instalações do Goiás.
Jogadores do Flamengo na ida para Brasília para a Supercopa do Brasil — Foto: Alexandre Vidal/Flamengo
Jogadores do Flamengo na ida para Brasília para a Supercopa do Brasil — Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

A empresa de logística Offside, que, após intercâmbio com clubes europeus, asiáticos e da MLS, será a responsável pelo auxílio na fiscalização e implementação do protocolo. Haverá testagem com antecedência de todos os funcionários que terão contato com os atletas: motoristas de ônibus, vans, responsáveis por serviços gerais, entre outros. Os ônibus utilizados serão higienizados e lacrados até a entrada da delegação do Flamengo.
Haverá checagem minuciosa dos protocolos dos hotéis, que prioritariamente têm localização isolada dos grandes centros para evitar aglomeração e acesso de torcedores. O sistema de ar condicionado é um dos fatores que passa por inspeção, assim como o serviço de quarto, que deixa de ser diário e passa ser executado uma só vez para toda hospedagem.
Para que a delegação fique o menor tempo fora de casa, outra mudança será a chegada no local da partida apenas nas véspera das partidas, mesmo nas cidades mais longes do Rio, como Recife e Fortaleza. A exceção será quanto houver dois jogos seguidos no mesmo lugar.
O contato com torcedores nas chegadas aos hotéis será menor para evitar aglomerações. No padrão adotado pelo Flamengo desde 2019, grades são utilizadas para auxiliar o controle.
Outro padrão que será mantido é sobre as refeições, que são feitas em espaços reservados. Agora, no entanto, algumas, como a ceia, serão feitas pelos jogadores em seus próprios quartos.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *