Campanha da Assembleia Legislativa alerta para violência contra idosos

Ouvir Áudio

Negligência, abandono, violência física, exploração financeira. Esses são apenas alguns dos péssimos exemplos de como a violência doméstica contra os idosos acontece. Ela é mais comum do que se imagina e é também um dos focos da grande campanha institucional que a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte está realizando e que foi lançada oficialmente no início deste mês, pelo presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), com o apoio de todos os parlamentares.

Com o isolamento social, os números infelizmente apontam para um crescimento da violência no RN, de 258%, dos quais 71% vitimam os idosos. Os dados apontam que, à semelhança do que acontece com as mulheres, a maioria das agressões – mais de 60% – acontece dentro de casa. São maus tratos, insultos, humilhações e em alguns casos, até o cativeiro.

Num dos vídeos da campanha, que já está em todas as mídias, o Legislativo do RN orienta para os sinais de que o idoso está sendo vítima da violência e indica os canais de denúncia, através do número 180 ou por whatsapp (084) 98831 8984.

No Brasil, o dia 15 de junho é marcado como o Dia Mundial da Violência contra a Pessoa Idosa. No mundo, o Dia Mundial da Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa foi oficialmente reconhecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 2011, após solicitação da Rede Internacional de Prevenção ao Abuso de Idosos (INPEA), que estabeleceu a comemoração em junho de 2006. É um dia que marca a oposição do mundo inteiro aos abusos e sofrimentos infligidos a algumas de nossas gerações mais velhas.

Em relação à proteção à mulher, além do conjunto de leis que ao longo dos anos vem sendo apresentadas pelos parlamentares para o combate à violência doméstica, a Assembleia Legislativa foi autora do Programa Estadual de orientação, conscientização e combate à violência doméstica no RN. Seu objetivo é instituir medidas de incentivo a ações que estabeleçam apoio às vítimas de violência doméstica no mês de agosto, em alusão ao Agosto Lilás e ao aniversário da Lei Maria da Penha.

Dentro das atividades alusivas ao Agosto Lilás, a Casa está oferecendo atendimento terapêutico online, para auxiliar na promoção da saúde mental e conscientização sobre relacionamentos abusivos e nos casos de violência doméstica.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *