Dexametasona acelera a recuperação de pacientes em casos graves de Covid-19, diz estudo brasileiro

Ouvir Áudio

Um estudo brasileiro revela que o medicamento dexametasona acelera a recuperação de pacientes em casos graves de contaminação pelo coronavírus. A descoberta é do grupo Coalizão Covid-19 Brasil, que reúne pesquisadores de todo o país.

Os especialistas constataram que, quando tratados com a substância, os pacientes com síndrome respiratória avançada passaram até sete dias fora dos respiradores. Já os infectados que não utilizaram o remédio conseguiram ficar apenas quatro dias sem ventilação.

(Veja mais…)

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *