Visitas presenciais são retomadas em cinco unidades prisionais do Rio Grande do Norte

Ouvir Áudio

ASSECOM/SEAPRN

A Secretaria da Administração Penitenciária (SEAP) deu início nesta semana a retomada gradual e responsável das visitas dos internos do sistema prisional do Rio Grande do Norte. Inicialmente cinco unidades prisionais do estado tiveram as visitas retomadas.

A medida obedeceu a uma série de protocolos e procedimentos para garantir a segurança e preservação da vida de internos, familiares e servidores, e aconteceu de acordo com o planejado. As visitas estavam suspensas desde o dia 13 de março em razão da pandemia do novo coronavírus.

As visitas aconteceram no Centro de Detenção Provisória de Parnamirim Feminino, no Complexo Penal João Chaves Masculino, no Complexo Penal João Chaves Feminino, na Unidade Psiquiátrica de Custódia e Tratamento, todos na região da Grande Natal.

Nesta sexta-feira, dia 4 de setembro,as visitas serão, na Cadeia Pública Nominando Gomes da Silva, em Nova Cruz. Segundo o secretário da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio Filho, a retomada das visitas é submetida a uma série de medidas sanitárias e de distanciamento elaboradas pelo Comitê de Crise do Covid-19 da SEAP.

As visitas sociais não têm contato físico e está sendo liberado um visitante adulto por preso. O local destinado ao recebimento das visitas respeita a proporção de duas pessoas para cada cinco metros quadrados e não é permitido visitante com idade superior a 60 anos, menores de idade, do grupo de risco, gestante, e que apresente qualquer sintoma relacionado ao Covid-19. Todo espaço é higienizado antes e depois dos procedimentos.

O secretário Pedro Florêncio explicou que a SEAP equipou todas as 17 unidades com álcool 70%, pias com sabão à disposição dos visitantes para a higienização obrigatória das mãos, além de equipamentos para desinfecção, de proteção individual e saneantes. “O uso de máscara é obrigatório e as visitas tem trinta minutos de duração a partir do encontro do visitante e o interno”, disse o secretário. Nas visitas realizadas na Unidade Psiquiátrica de Custódia e Tratamento, em Natal, os visitantes usaram capote e touca para evitar qualquer tipo de contaminação aos pacientes.

Nas duas unidade prisionais de Mossoró, a Penitenciária Agrícola Mário Negócio e a Cadeia Pública Manoel Ofre de Souza, as vítimas serão nos dia 14, 15, 16 e 17 desse mês, send

https://fimdalinha.com.br/

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *