Desemprego no Brasil sobe e atinge recorde

Ouvir Áudio

O índice de desemprego no Brasil subiu e chegou a 13,8% em julho deste, apontou o IBGE em pesquisa apresentada nesta quarta-feira (30).

A taxa de desocupação, que atinge 13,1 milhões de pessoas, é a maior já registrada pelo IBGE em sua série histórica, que começou em 2012.

Na medição anterior, encerrada em abril, o índice era de 12,6%.

Os dados, coletados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua), apontam que 7,2 milhões de pessoas saíram da população ocupada do país entre os meses de abril – primeiro mês de efeitos mais graves da pandemia. A população ocupada é, no momento, a menor já registrada pelo instituto.

A pesquisa também apontou um recorde nas populações desalentadas (desempregados que não buscam emprego), que agora somam 5,8 milhões de pessoas.

Apesar disso, o rendimento médio real habitual do brasileiro subiu no período, chegando a R$ 2.535 neste trimestre. O valor apontado é 4,8% maior ao trimestre anterior e 8,6% maior em relação ao mesmo trimestre de 2019.

  • Congresso em Foco

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *