Laudo aponta que ex-marido desferiu 16 facadas em juíza

Ouvir Áudio

De acordo com informações do jornal O Globo, a morte da juíza Viviane Vieira do Amaral Arronenzi, de 45 anos, foi causada por 16 cortes e perfurações feitas por faca, dez deles no rosto e na cabeça. O laudo de exame cadavérico do Instituto Médico-Legal do Rio (IML) comprovou os ferimentos.

A magistrada também foi atingida na mão esquerda, com a qual tentou se defender. Ela foi morta pelo ex-marido, o engenheiro Paulo José Arronenzi, pai de suas três filhas, na quinta-feira (24), na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *