Obras do Hospital da Mulher recomeçam em Mossoró

Ouvir Áudio

Fotos: Assecom/Governo Cidadão

Prazo para conclusão da obra é de 14 meses

As obras do Hospital da Mulher, em Mossoró, foram retomadas esta semana, após a governadora Fátima Bezerra dar ordem de reinício da construção na última sexta-feira (9). Os trabalhadores estão na etapa de limpeza do canteiro de obras e manutenções preventivas, e a empresa responsável, CG Construções, está recrutando novos profissionais.

“Até o final desta semana queremos estar com o maquinário aqui para dar início à escavação da lagoa. Paralelamente a isto, estamos fazendo recrutamento de equipe para na segunda-feira iniciar a parte de alvenaria, reboco interno, regularização de piso e impermeabilização”, descreveu o engenheiro da CG, Mário Marques.

O secretário de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do Governo Cidadão, responsável pela obra, Fernando Mineiro, ressaltou o compromisso do Governo do Estado em entregar o maior equipamento de saúde à população do RN. “Vamos acompanhar de forma permanente a execução dessa obra, mantendo a sociedade informada de seu andamento”, disse.

O prazo para conclusão da obra é de 14 meses. Quando pronto, o equipamento receberá pacientes de mais de 60 municípios e terá capacidade para fazer cerca de 20 mil atendimentos ao ano. O complexo contará com 163 leitos, sendo 118 de internação e 45 leitos destinados a outros serviços, como urgências. Terá assistência ambulatorial, pronto-socorro, UTI, centro obstétrico com salas de parto humanizado, banco de leite humano e serviços de suporte às mulheres vítimas de violência.

Saiba mais

O Hospital da Mulher é uma das obras iniciadas ainda na gestão anterior e que não teve sua execução finalizada. Trata-se da maior intervenção viabilizada pelo acordo de empréstimo com o Banco Mundial, com a aplicação de R$ 104 milhões, em obras e equipamentos, por meio do Governo Cidadão e da Secretaria de Saúde Pública (Sesap), e estava paralisada desde agosto de 2019 com 27,87% de execução.

Agora, como resultado da negociação da prorrogação do prazo do acordo com a instituição financeira, oficializada até 31 de dezembro de 2022, o Poder Executivo conseguirá finalizar a execução e levar o benefício à sociedade potiguar, promovendo melhorias no que diz respeito à saúde da mulher e da rede pública de Saúde de uma forma geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *