Morre o repórter Francileno Góis, vítima da Covid-19.

Ouvir Áudio

O radialista, repórter e apresentador Francileno Góis, da TV Cabo Mossoró (TCM), morreu nesta quinta-feira (15), vítima da covid-19. Ele tinha 50 anos. Deixa a esposa e dois filhos.
Francileno testou positivo para a doença no final do mês de março. O quadro dele foi se agravando com os dias, tendo ficado internado, inicialmente, em um leito clínico do hospital de Caraúbas, sendo transferido para o Hospital Regional de Pau dos Ferros.

Esteve internado em um leito de UTI até a manhã desta quinta, quando apresentou piora e acabou sucumbindo à doença.

Francileno trabalhava na TCM há mais de dez anos. Prestativo com aqueles que estavam iniciando na carreira do jornalismo policial, companheiro e sempre muito alegre e extrovertido, era uma figura cativante e extremamente querida entre os colegas de profissão.

O anúncio do seu falecimento causou uma grande comoção nas redes sociais, principalmente nos grupo de whatsapp, onde ele se fazia sempre presente.

O sepultamento do repórter será realizado na cidade de Caraúbas, onde residia. O corpo deve chegar à cidade por volta das 16h. Devido à covid-19, não haverá velório.

Fonte/Rede News 360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *