Rede social de sexo faz sucesso no Brasil durante isolamento.

Ouvir Áudio

Foto: Pond5

O Sexlog, rede social brasileira voltada para encontros sexuais, registrou um aumento de 37% no número de novos cadastros em 2021, em comparação ao mesmo período de 2020. Segundo pesquisa feita pela empresa, a pandemia da Covid-19 colaborou para esse sucesso, especialmente para pessoas solteiras e casais que tiveram sua rotina alterada dentro de casa e buscaram melhorar a vida sexual com outros parceiros.

De acordo com o relatório do site, em março de 2020 a plataforma possuía 11,4 milhões de usuários. Atualmente, o número subiu para 14,7 milhões. O crescimento teve início nas duas primeiras semanas de abril do ano passado, quando registrou 15% de elevação nos cadastros. No decorrer do ano, essa indicação só cresceu, chegando a bater uma média de 25% de alta entre casais e mulheres.

O número de transmissões ao vivo realizadas por casais também aumentou durante a pandemia. Entre março de 2020 e março de 2021, o recurso de livecams subiu 72%. O crescimento durante o período de isolamento é significativamente maior do que no ano anterior, quando essa estatística teve somente 12% de alta.

Segundo relatos de usuários da plataforma, os casais utilizam as transmissões para realizar a prática do exibicionismo, mostrando e assistindo a vídeos de outros pares, já que os nudes e vídeos amadores são liberados dentro da plataforma. Eles também revelam que utilizam a rede social para postar fotos em encontros programados com outros usuários. Até janeiro deste ano, mais de 1 milhão de lives foram realizadas no serviço.

O relatório também aponta que a rede social aumentou em 25% o upload de fotos durante o período, mantendo uma média de 15 mil fotos publicadas por dia. Os vídeos também cresceram no período, subindo 18%, contabilizando mil novos clipes de usuários todos os dias.

Foto: Reprodução/Gabrielle Ferreira

Segundo o CEO do Sexlog, Leandro Kitamura, o aumento da plataforma tem a ver com o isolamento social.

“O crescimento na busca pela rede social se deu muito devido às medidas restritivas impostas na circulação social, onde pessoas solteiras e casais precisaram se reinventar para satisfazer seus desejos”

Para criar uma conta no Sexlog, é preciso fazer um breve cadastro com dados pessoais, informar o tipo de perfil no qual está interessado, escolhendo entre homens, mulheres ou casais, além do tipo de interação que está buscando. Depois do login, será possível encontrar perfis de acordo com seus interesses, entrar em grupos, publicar fotos e vídeos com conteúdo adulto, conversar com outros usuários e marcar encontros.

Globo, via Techtudo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *