Homem branco é preso por furto da bicicleta que motivou denúncia de racismo no Leblon.

Ouvir Áudio

O furto de uma bicicleta no Leblon que motivou uma denúncia de racismo nesta semana está próximo de ser solucionado. Segundo o portal G1, policiais da 14ª DP (Leblon) prenderam Igor Martins Pinheiro, de 22 anos, suspeito do furto da bicicleta elétrica em frente ao Shopping Leblon, na Zona Sul do Rio, no último sábado (12).

Após o furto, Mariana Spinelli e Tomás Oliveira abordaram Matheus Nunes Ribeiro, também de 22 anos e negro, perguntando se ele teria roubado o veículo. O casal prestou depoimento nesta quarta-feira (16) e deve responder por calúnia.

Segundo apurou o G1, Igor, rapaz branco, com 28 passagens pela polícia e morador de Botafogo, na Zona Sul da cidade, foi preso após ter sido reconhecido por um segurança do Shopping Leblon, que prestou depoimento na delegacia. Também conhecido como “Lorão”, o suspeito já foi preso por outros furtos, como em 2018. Com ele, foi apreendida a bermuda que ele utilizava na hora do crime. Ele já foi preso outras sete vezes.

Denúncia de racismo

O professor de surfe Matheus postou um vídeo denunciando uma abordagem racista dos jovens, que chegaram acusando do roubo, por ele estar em uma bicicleta igual a que havia sido roubada. “Você pegou essa bike, não foi? Essa bike é minha”, dizia o rapaz no vídeo (veja aqui).
Matheus negou o furto e disse ter mostrado fotos antigas dele com a mesma bicicleta. O vídeo mostra Matheus e o namorado da jovem próximos um do outro, com este último segurando o cadeado da bicicleta da namorada. “É que acabou de roubar a bicicleta dela, é igualzinha, desculpa”, diz o rapaz no vídeo, aparentemente tentando justificar a abordagem. Veja AQUI vídeo de Igor Martins Pinheiro chegando em casa com a bicicleta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *