Operação nacional contra tráfico prende 84 pessoas e apreende 153 kg de drogas em junho no RN

Ouvir Áudio

Pelo menos 84 pessoas foram presas e 153 quilos de drogas foram apreendidos no Rio Grande do Norte, ao longo do mês de junho, durante a Operação Narco Brasil, deflagrada em todos os estados do país. Os dados foram divulgados pela Polícia Militar do RN.

Segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, a ação ocorreu ao longo do mês em todos os estados e no Distrito Federal. Mais de 535 toneladas de drogas foram apreendidas no país – o que representa 745kg a cada hora.

A ação foi coordenada pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi) do Ministério da Justiça, e foi realizada pelas Polícias Civis e Militares.

No Rio Grande do Norte, 27 armas e 1.333 munições também foram apreendidas no período. Foram registrados ainda 57 flagrantes.

Segundo o coronel Joselito Xavier, que coordenou a ação na Secretaria Estadual de Segurança, as operações antidrogas normalmente são intensificadas no mês de junho, mas foram maiores em 2021.

“Esse ano tivemos o diferencial que foi o mês todo de operações mais intensificadas. As Denarcs (Delegacias Especializadas de Narcoticos) de Natal e Mossoró também intensificaram cumprimentos de mandados e contaram com apoio da Polícia Militar, com barreiras. Consideramos que foi um resultado muito positivo”, afirmou.

No país, a operação também resultou na prisão de mais de 12 mil criminosos, apreensão de mais de 4 mil armas, 3.970 veículos, confisco de quase R$ 6 milhões e 486 toneladas de drogas incineradas.

“É a maior operação já feita no combate ao tráfico de drogas no Brasil com a integração das polícias civis e militares dos estados. Sabemos que a descapitalização do crime organizado é fundamental para o enfraquecimento dessas facções”, afirmou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres.

A operação também foi feita em parceria com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Secretarias de Segurança Pública dos estados.

Em reunião nesta quarta-feira (30), o Conselho Nacional de Segurança Pública e Defesa Social aprovou recomendação de realização de operações conjuntas anuais coordenadas pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Seopi) para combater crimes contra grupos de vulneráveis.

Fonte: G1 RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *