Pandemia: saiba quais são os sintomas mais comuns da variante delta do coronavírus

Ouvir Áudio


A variante delta do coronavírus é um dos principais motivos do agravamento recente da pandemia de covid em países onde a vacinação está avançando bastante. A OMS acredita que a variante — que é muito mais transmissível que as outras mutações do coronavírus já identificadas — tem potencial para se tornar a dominante no mundo nos próximos meses. 

No Brasil, a variante foi identificada há cerca de um mês e já provocou pelo menos duas mortes (de viajantes que chegaram no Maranhão e no Paraná). Na segunda-feira (5/7), a cidade de São Paulo registrou o primeiro caso da variante delta, em um homem de 45 anos. 

A delta gerou uma segunda onda mortal de infecções na Índia neste ano e também se tornou a variante dominante no Reino Unido — onde 90% dos casos atuais são desta nova cepa. Foi identificada em mais de 90 países ao redor do mundo, com surtos confirmados nos Estados Unidos, China, África e Ásia. 

Sintomas 

Acredita-se que assim como houve mutações do coronavírus, dando surgimento a variantes como a delta, também houve uma evolução nos sintomas da covid provocadas por essas novas cepas. 

O sintoma mais comum da covid por variante delta são as dores de cabeça. Em seguida, os sintomas mais comuns da variante delta são: dor de garganta, coriza (nariz escorrendo) e febre. 

Alguns sintomas que eram muito pronunciados na versão original do coronavírus são menos comuns na variante delta. Com a delta, não há tantas ocorrências de tosse ou de perda de paladar e olfato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *