Mulher é presa suspeita de ter pagado R$ 5 mil para mandar matar marido no RN

Ouvir Áudio

Giroflex Polícia Civil RN — Foto: Cleto Filho/Polícia Civil

Uma mulher apontada como mandante da morte do próprio marido foi presa nesta quarta-feira (14) em Baraúna, no Oeste potiguar.
Agentes da Delegacia Municipal de Baraúna cumpriram um mandado de prisão preventiva contra ela no centro do município.

Segundo a Polícia Civil, a mulher foi apontada como mandante do assassinato de José Ivan Ângelo da Silva, que aconteceu em 13 de agosto de 2020. Ela teria pagado R$ 5 mil, pela morte da vítima.

A suspeita já tinha sido presa temporariamente no ano passado, mas estava em liberdade. Ela foi conduzida à delegacia e, em seguida, encaminhada ao sistema prisional, onde se encontra à disposição da Justiça.

Crime

O homem foi morto com um tiro de escopeta calibre 12 na cabeça, quando retornava de uma empresa produtora de frutas, no município de Baraúna.

Durante as investigações, foi encontrada uma mensagem de texto, em um aplicativo de celular, na qual a mulher tentava contratar uma pessoa para matar seu marido, oferecendo uma quantia em dinheiro.

Segundo a polícia, a principal suspeita quanto à motivação do crime é de que o homem tenha agredido a mulher após descobrir uma traição e ela tenha mandado matá-lo como vingança.

Fonte: G1 RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *