Cavalo usado em terapia de crianças com deficiência é encontrado morto.

Ouvir Áudio

Desaparecido desde a última semana, o cavalo (foto em destaque) usado para equoterapia de crianças com deficiências e transtornos no campus do Instituto Federal de Brasília (IFB), em Planaltina, foi encontrado morto no fim da noite do último sábado (17/7), dentro de um buraco da casa de máquinas da antiga piscina do local.

Em seguida, a médica veterinária da instituição verificou que se tratava do animal desaparecido e emitiu o laudo do óbito, indicando que ele morreu de trauma por queda, com a hipótese de ter caído acidentalmente, possivelmente com os membros dianteiros e cabeça. Com o impacto, pode ter sofrido uma morte imediata, pois não havia sinais de tentativa de deslocamento.

Batizado como “Spirit”, o equino estava há quatro anos no centro, onde, junto com 12 outros cavalos, era usado para o método terapêutico de abordagem de educação e saúde para o desenvolvimento biopsicossocial de crianças e jovens com deficiência e com necessidades especiais.

Em nota, o IFB informou que a antiga piscina do campus está em uma área sem atividades há muito tempo devida a pandemia. “O cavalo deve ter acessado o local devido ao rompimento de uma cerca. A cerca já foi reestabelecida e a entrada da casa de máquinas desativada também”, explicou.

O diretor-Geral do IFB no campus de Planaltina, professor Nilton Cometti, lamentou a perda. “Agradeço profundamente o empenho e a sensibilização de todos em localizá-lo. Em especial sofremos pelo Spirit, mas, principalmente, pelas crianças que seriam beneficiadas por ele”, declarou.

Fonte: Distrito Federal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *