Juiz morre eletrocutado em clube de tênis em SP.

Ouvir Áudio

FOTO: REPRODUÇÃO / TJ-SP

O juiz Rafael Bragagnolo Takejima morreu após receber uma descarga elétrica em um clube de tênis na Vila Refente Feijó, zona leste de São Paulo, na tarde dessa quinta-feira (22).

O acionamento do Corpo de Bombeiros foi às 14h24 para a avenida Vereador Abel Ferreira, número 1.070, onde funciona o Mazzeo Tennis. No local, o juiz foi socorrido e encaminhado ao Pronto Socorro do Hospital da Vila Alpina em estado grave. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Seis viaturas do Corpo de Bombeiros, o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e o helicóptero Águia 5 do Grupamento Aéreo da Polícia Militar atenderam a ocorrência.

Histórico

Rafael nasceu em Itu, no interior paulista, se graduou pela PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo, e ingressou na Magistratura em 2009. O juiz atuava na 4ª Vara Cível da Comarca de Diadema, na Grande São Paulo.

Em sua trajetória na Corte paulista, o juiz atuou na 22ª Circunscrição Judiciária – Itapetininga e nas comarcas de Presidente Epitácio (2ª Vara), Itapeva (1ª Vara), Capital (juiz auxiliar), Praia Grande (3ª Vara Cível) e Diadema (4ª Vara Cível).

O Tribunal de Justiça de São Paulo confirmou a morte do juiz e divulgou nota de pesar. “A Corte paulista e a família forense homenageiam o magistrado pelo trabalho desempenhado em prol da Justiça. O Tribunal se solidariza com os familiares, amigos e colegas. A Presidência lamenta a partida do magistrado”, escreveu em comunicado.

R7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<