Temendo traição, homem ameaça dar tiro em mulher e filha de 4 anos

Ouvir Áudio

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) apreendeu nesta quinta-feira (22/7) três armas de um homem de 47 anos que ameaçou de morte a ex-companheira no DF. Ele disse à mulher que poderia dar um tiro na cabeça dela e da filha, de 4 anos, e depois se matar, se descobrisse que foi traído.

A investigação teve início após a vítima informar que o acusado, registrado como caçador, atirador e colecionador (CAC), tinha três armas de fogo registradas. Inconformado com a separação, ele estrava insistentemente tentando manter contato com a ex.

Ele também questionava se a mulher já tinha relacionamento com outro homem durante o casamento. Em um dos encontros, o acusado afirmou que “ela tinha sorte por ele não ser igual esses doidos por aí, pois se soubesse que havia sido traído pela vítima, já teria lhe dado um tiro em sua cara, um na própria cabeça e outro na cabeça da filha do casal”.

De acordo com a polícia, o casal teve união estável por 9 anos e está separado há 8 meses. A filha deles tem 4 anos. A Justiça deferiu medidas protetivas para a mulher e determinou a apreensão das armas de fogo de propriedade do autor.

O acusado, que pratica tiro esportivo, negou ter feito ameaças. O autor tinha uma espingarda calibre 12, uma espingarda calibre .22 e uma pistola de calibre .380.

Fonte: Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<