Quadrilha é suspeita de desviar mais de R$ 300 milhões de verbas públicas de combate à pandemia

Ouvir Áudio

Neste domingo o programa Fantástico da Rede Globo revelou as informações exclusivas de uma investigação que pediu a prisão de 61 pessoas esta semana. Elas são suspeitas de desviar mais de R$ 300 milhões em verbas públicas, incluindo dinheiro destinado a hospitais de campanha, durante a pandemia.

Segundo a Polícia Federal, o operador financeiro do esquema é um jovem pecuarista que chegou a transportar R$ 6 milhões em dinheiro vivo, em um avião particular.

A investigação mostra que ele chegou a ter 180 mil cabeças de gado. Ele é dono de fazendas, outros imóveis, carros de luxo e aeronaves. Morais foi preso em setembro de 2020, acusado de ser o operador da quadrilha no Pará. Recebeu o benefício da prisão domiciliar.

Na última 4ª feira (18.ago), voltou à prisão depois que a PF conseguiu novas provas contra ele. Ele foi um dos alvos da Operação SOS, que cumpriu 54 mandados de prisão temporária e 6 mandados de prisão preventiva. “É uma quadrilha que vem atuando há bastante tempo. De 2019 para cá, [a quadrilha] encontrou no Estado do Pará a possibilidade de praticar esse tipo de crime”, afirmou José Neto, delegado da Polícia Federal. Veja mais em G1



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *