Homem é morto com golpes de canivete após jovem furtar chocolate

Ouvir Áudio

Um fiscal de supermercado de 43 anos morreu após ser atingido com golpes de canivete enquanto trabalhava, no bairro Floramar, na região Norte de Belo Horizonte, na noite dessa segunda-feira (23/8). A vítima abordou um jovem, de 24, que havia furtado chocolates. Dois funcionários também ficaram feridos, além de um policial militar que tentou intervir. O suspeito foi preso enquanto fugia.

Testemunhas contaram à Polícia Militar que o suspeito estava sendo observado pelo fiscal, pois vinha escondendo produtos dentro da roupa. O jovem passou pelo caixa do estabelecimento, no entanto não pagou pela mercadoria. O funcionário fez a abordagem e acabou sendo golpeado no peito por duas vezes.
Mais dois fiscais, de 32 e 37, tentaram intervir e também foram atingidos. Eles ficaram em estado grave e precisaram ser levados ao Hospital Risoleta Tolentino Neves. Um policial militar chegava no supermercado quando tudo acontecia. Ele relatou ter ouvido alguém dizer “pega, pega” e, na tentativa de segurar o suspeito, acabou tendo um corte profundo no pulso. O militar foi levado à unidade de saúde.

Morte

O fiscal teve a morte constatada ainda no supermercado. A vítima fez aniversário na última sexta (20). O óbito foi confirmado pela equipe de resgate que foi até o estabelecimento. O corpo foi levado até o IML (Instituto Médico Legal) pelo rabecão. A perícia da Polícia Civil compareceu para realização dos trabalhos de praxe.

Prisão

Os policiais que atenderam a ocorrência viram os registros das imagens das câmeras de segurança. Diante das caracterísiticas do suspeito, vários militares foram empenhados nas buscas. Após o crime, ele fugiu no sentido avenida Cristiano Machado.

O jovem foi localizado nas proximidades do bairro Guanabara. Ele estava com marcas de sangue e com o canivete utilizado no crime. Em conversa com os militares, o suspeito apresentou versões desconexas, mas acabou confessando que entrou no mercado para roubar chocolates. Também confirmou ter golpeado funcionários e um cliente.

O suspeito foi preso em flagrante e levado para a Deplan (Delegacia de Plantão) 1. O canivete foi apreendido. Procurada pelo BHAZ, a Polícia Civil informou que pediu a conversão da prisão em flagrante para preventiva. “Ele foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça”, esclareceu.

Nota da Polícia Civil

“Sobre o roubo registrado ontem (23), em um supermercado no bairro Floramar, em Belo Horizonte, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) ratificou a prisão em flagrante do suspeito pelo crime de roubo seguido de morte com o pedido de conversão para prisão preventiva. Ele foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça”.

Do BHAZ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<