DEICOR prende “João de Pachelli” que aterrorizava a cidade de São Tomé, explodindo bancos e extorquindo empresários

Ouvir Áudio

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado – DEICOR, com apoio da Delegacia Regional de São Paulo do Potengi, na manhã de hoje (26/08/2021), cumpriram dois mandados de prisão preventiva em desfavor de JOÃO EWERTON BELMIRO RANGEL, vulgo “JOÃO DE PACHELLI”, natural de São Tomé/RN, 27 anos de idade.

Segundo a policia, JOÃO DE PACHELLI foi preso na Vila de Ponta Negra, acompanhado de uma menor de idade. Ele é integrante de uma facção criminosa que aterrorizava os moradores da cidade de São Tomé, cometendo diversos crimes (roubos a estabelecimentos comerciais, roubos aos empresários proprietários de lojas, extorsão, homicídios, tráfico de drogas, etc).

A DEICOR começou as investigações, após uma tentativa de roubo a uma agência do Bradesco e a uma casa lotérica, no dia 30/03/2021, naquela cidade, onde os bandidos utilizaram artefatos explosivos e armamentos de grosso calibre.

No mesmo dia da ação os policiais civis da DEICOR conseguiram prender o FRANCISCO DE ASSIS, vulgo “ASSIS”, de posse de uma pistola 9mm.

No decorrer das investigações foram identificados cerca de 16 bandidos, dos quais 12 tiveram mandados de prisão expedidos em seu desfavor, dos quais 10 já foram presos.

No dia de hoje conseguimos dar cumprimento a mais um mandado, e estamos à procura do último bandido identificado, sendo ele FRANCISCO DAS CHAGAS SILVA DE MELO, vulgo “Chagas Chocolate”.

Ainda de acordo com a policia, esse bando foi responsável também pelas explosões dos cofres de um posto de combustível localizado na reta Tabajara, em Macaíba, da explosão de um cofre do posto de Tangará, além de roubar por duas vezes, em plena luz do dia, a lotérica da cidade de São Tomé/RN, efetuando inclusive disparos de arma de fogo no interior do estabelecimento. 

A DEICOR continuará realizando o trabalho investigativo e repressivo contra as facções criminosas até extirpar de vez esse câncer aqui do Estado.

A Polícia Civil pede para que a população continue enviando informações de forma anônima, através do disque denúncia 181, disque DEICOR (84) 3232-2862 ou ZAP DEICOR (84) 98135-6796.

“Para combater o crime, a qualquer hora e em qualquer lugar, DEICOR!”

CARCARÁ SEMPRE!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *