Policial militar é indiciado pela morte de estudante em Mossoró

Ouvir Áudio

Um policial militar foi indiciado pela morte do universitário Luan Carlos Melo Barreto, de 23 anos, em Mossoró. O crime aconteceu no dia 1 de julho quando a vítima estava indo ao centro da cidade, em uma motocicleta, buscar a namorada no trabalho.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) concluiu, nesta terça-feira (31), o inquérito policial referente ao homicídio.

Luan Barreto, de 23 anos, morreu após ser baleado ao sair de casa para buscar a namorada no trabalho, em Mossoró. — Foto: Cedida

Durante o inquérito, três PMs foram afastados dos trabalhos operacionais e colocados em funções administrativas. Apenas um deles foi indiciado.
Segundo as investigações, a ação aconteceu quando policiais militares realizavam buscas para capturar suspeitos de assaltos na região dos bairros Abolição e Santo Antônio. Na ocasião, a vítima estava trafegando em alta velocidade na motocicleta pela avenida Lauro Monte quando foi confundida com um dos suspeitos dos roubos.

Na tentativa de fazê-lo parar, um dos policiais efetuou um disparo contra a vítima, que foi atingida na região da cabeça. Luan Carlos caiu na calçada. Apesar de ter sido socorrido em uma viatura para o hospital, o jovem não resistiu ao ferimento e morreu.

Luan iria cursar o segundo semestre do curso de Ciência e Tecnologia na Universidade Federal do Semiárido (Ufersa).

Do G1 RN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *