Pai descobre que seu melhor amigo estuprou sua filha de 8 anos: ele o matou como vingança

Ouvir Áudio

Um caso impactante de homicídio chocou a Rússia no último fim de semana. Tudo depois que se soube que um pai matou seu melhor amigo com uma faca após saber, por meio de uma série de vídeos gravados no celular da vítima, que ele estuprou sua filha de 8 anos.
Vyacheslav M. é o nome do homem de 34 anos que continua detido no país por ter esfaqueado Oleg Sviridov (32). Ele descobriu o crime após uma reunião social que ambos compartilharam, como detalhado pelo site Publimetro.

Enquanto ambos bebiam, segundo a mídia local, Vyacheslav pegou o celular de Sviridov e encontrou os vídeos onde os crimes do sujeito estavam em evidência, incluindo aqueles que ele havia cometido contra a filha de oito anos.

Em depoimentos prestados pela polícia russa foi constatado que os dois adultos eram muito próximos e que o agressor havia mesmo repetidamente deixado a menor aos cuidados do agressor, caso em que o pedófilo cometeu os estupros.

Pai descobre que seu melhor amigo estuprou sua filha de 8 anos: ele o matou como vingança

Depois de ser descoberto, de acordo com o relato de testemunha, o homem fugiu antes que Vyacheslav o atacasse e embora o pai do menor tenha feito uma denúncia, que rapidamente foi em busca do estuprador.

No entanto, foi Vyacheslav M. quem primeiro encontrou o agressor a quem ele acabou assassinando com uma faca.

Vídeo registra momento em que manada de cervos cruza estrada e acaba colidindo com esportivo em alta velocidade

Ainda de acordo com as informações, embora na delegacia o pai da menina insistisse na versão de que o “estuprador tropeçou na faca durante a briga”, ele foi preso.

Embora o abusador tenha um histórico de várias investigações sobre abusos sexuais, o pai trumatizado foi preso sob a acusação de assassinato em primeiro grau.

Nas redes sociais, multiplicaram-se as manifestações de apoio a Vyacheslav M., que foi inclusive apoiado pela ex-candidata à presidência da Rússia, a atriz e comunicadora Ksenia Sobchak.

Do Metro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *