Caminhões formam fila e engarrafamento é registrado na entrada do Porto de Natal

Ouvir Áudio

Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

A alta demanda de exportações de frutas no Porto de Natal gerou um grande congestionamento na tarde de sábado (18). Mais de 80 caminhões passaram o dia parados nas ruas do entorno do terminal, no bairro da Ribeira. Os caminhoneiros reclamam de falta de estrutura e da demora para desembarque.

Os caminhoneiros ocuparam as avenidas Hildebrando de Góis e Duque de Caxias e a Esplanada Silva Jardim. Durante as manobras, os cruzamentos no bairro da Ribeira eram fechados para que os caminhões pudessem sair.

Avelange Batista, que saiu de Petrolina, em Pernambuco, havia chegado pela manhã e contou que o caminhão dele está carregado com 40 toneladas de manga, sem previsão de saída.

A safra de meão vive seu auge e o Rio Grande do Norte é um dos maiores exportadores da fruta. Os caminhões carregados de frutas são de vários estados – cargas de melão, melancia, uva e manga – faziam fila para carregar o navio ancorado no porto, que seguirá para Roterdã, na Holanda, na segunda-feira (20).

A principal reclamação é com relação à logística e infraestrutura do porto, e do fato de ter que aguardar várias horas e até dias nas ruas, sem sequer um banheiro para usar.

Em nota, a Companhia Docas do Rio Grande do Norte informou que já existem medidas implantadas e em funcionamento para solucionar o problema, como o agendamento do horário de acesso das carretas ao Porto de Natal, por meio de um aplicativo. A Codern também destacou que “está em tratativas para a instalação de um pátio de triagem”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<