Criminoso é baleado ao tentar assaltar vigilante de hospital e socorrido na própria unidade em Mossoró

Ouvir Áudio

Caso aconteceu no fim da manhã desta quinta-feira (23) no Hospital Rafael Fernandes. Segundo a PM, criminosos queriam roubar arma do segurança.

Homem foi baleado ao tentar assaltar vigilante na entrada do Hospital Rafael Fernandes, segundo a PM. — Foto: Hugo Andrade/Inter TV Costa Branca
Homem foi baleado ao tentar assaltar vigilante na entrada do Hospital Rafael Fernandes, segundo a PM. — Foto: Hugo Andrade/Inter TV Costa Branca

Um criminoso foi baleado no peito, no ombro e no rosto ao tentar assaltar um vigilante no Hospital Rafael Fernandes, em Mossoró, na região Oeste potiguar. O caso aconteceu no fim da manhã desta quinta-feira (23).

O homem foi socorrido pela equipe médica da própria unidade e, após ser estabilizado, foi transferido para o Hospital Tarcísio Maia – referência para esse tipo de ferimento – pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Segundo a Polícia Militar, pelo menos três criminosos chegaram ao local em um veículo de cor branca, após às 11h. Um ficou no carro e dois foram à entrada da unidade, para abordar o vigilante.

Ainda de acordo com a polícia, o objetivo dos assaltantes seria tomar a arma do segurança, mas o profissional reagiu e atirou contra os criminosos.

Pelo menos um deles foi atingido três vezes e caiu na porta do hospital. O outros dois fugiram.

O assaltante baleado ainda não foi identificado. Segundo o médico Mesaque Vieira, que foi um dos primeiros a atendê-lo, o homem foi atingido com um tiro do lado esquerdo do peito, outro no ombro e na mão (porque ele tentou se defender) e outra no rosto.

“A gente puxou ele para o interior da recepção mesmo para dar os primeiros socorros. Conseguimos estabilizar ele, dar o primeiro suporte de respiração e levar para a UTI, onde ele foi intubado. Fez reposição de volume sanguíneo através de soluções cristalóides, e está precisando de uma transfusão”, explicou, antes da transferência.

O homem estava com uma arma de fogo, que ficou caída no chão e foi apreendida pela Polícia Militar. A corporação também começou buscas aos demais suspeitos.

O vigilante não ficou ferido.

Por Hugo Andrade e Igor Jácome, Inter TV Costa Branca e g1 RN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *