Condenado por infectar mulheres com HIV, empresário tem pena ampliada

Ouvir Áudio

O empresário Renato Peixoto Leal Filho, de 49 anos, está em prisão domiciliar desde setembro de 2019. Cumpriu dois anos em regime fechado e obteve o benefício de cumprir o restante da pena em casa, no estado do Rio de Janeiro.

Reprodução

Leal Filho é soropositivo e foi condenado por transmitir intencionalmente o vírus HIV para, ao menos, duas mulheres. E agora, tudo indica que ele deve voltar para a cadeia, como revelou reportagem do jornal O Globo.
A Justiça do Rio decidiu que ele vai permanecer por mais 5 anos e 4 meses, além do previsto em sua primeira sentença.

Diante da nova decisão judicial, a pena total sobe para 13 anos e quatro meses de prisão.

E, de acordo com a decisão da Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio, a indicação é que ela seja “mantido o regime inicial fechado, como fixado na sentença”.

Do Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<