Avião cai em rua que homenageia vítimas de pior desastre aéreo da Itália

Ouvir Áudio

(ANSA) – A queda de um avião que deixou pelo menos 8 mortos nos arredores de Milão neste domingo (3) ocorreu em uma rua que homenageia as vítimas do pior desastre aéreo da história da Itália.

Uma aeronave de pequeno porte caiu sobre um prédio de dois andares na Via 8 Ottobre 2001, rua da cidade de San Donato Milanese batizada em memória das 118 pessoas que morreram na colisão entre dois aviões no Aeroporto de Linate em 8 de outubro de 2001.

Naquela ocasião, um McDonnell Douglas MD-87 da Scandinavian Airlines se chocou contra um Cessna Citation CJ2 privado que havia entrado por engano na pista de decolagem.

O impacto matou todos os ocupantes do Cessna na hora e danificou o MD-87, que não conseguiu levantar voo e caiu sobre um edifício no fim da pista. Ao todo, morreram 110 pessoas a bordo do avião da Scandinavian, quatro no CJ2 e quatro em solo.

Já o acidente deste domingo ocorreu com um turboélice que havia decolado de Linate com destino a Olbia, na Sardenha. O avião caiu sobre um prédio em reforma em San Donato Milanese, matando as oito pessoas a bordo: o piloto, o copiloto e seis passageiros, incluindo uma criança.

O edifício abrigava escritórios e o estacionamento de uma empresa de ônibus, mas não há relatos sobre vítimas em solo até o momento. “Ouvi o barulho de um avião que estava para cair, com as hélices parando, depois ouvi as janelas tremendo e, como em um filme, fui até a janela e vi uma coluna de fumaça se levantar”, contou um jovem que mora a poucos metros do local da tragédia.

Outra testemunha relatou que a aeronave tinha um motor em chamas. A Agência Nacional para Segurança Aérea (ANSV) já abriu um inquérito para apurar as causas do acidente. (ANSA)

Da Ansa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<