Se quiser nudes, me chama no zap”: jovem é investigado por publicar foto de vagina da ex-namorada

Ouvir Áudio

DF – Na manhã desta quarta-feira (6/10), a 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires) deflagrou a operação Bad Boyfriend, para cumprir mandado de busca e apreensão expedido contra um jovem, de 22 anos. Ele é investigado por divulgar fotos íntimas da ex-namorada e criar perfis falsos com fotos dela em redes sociais.

Foto: Hugo Barreto/Metrópoles

A investigação foi iniciada em julho deste ano, após a vítima registrar uma ocorrência noticiando que teve um relacionamento amoroso com o autor durante um ano e meio, tempo no qual ele sempre se mostrou uma pessoa excessivamente ciumenta e possessiva. Apesar de nunca ter agredido fisicamente a jovem, ela alegou que já havia sofrido agressões verbais e psicológicas.
A vítima relatou que deu fim ao relacionamento, porém o autor nunca aceitou término. No início de julho, por meio da plataforma Omegle, o homem começou a conversar com vários indivíduos do sexo masculino, passando-se pela vítima, tendo postado a seguinte mensagem: “Oi, tenho 21 aninhos, se quiser nudes, me chama no zap”. Na ocasião, o rapaz postou o verdadeiro telefone da vítima, fazendo com que a jovem passasse a receber centenas de mensagens de homens desconhecidos.

Por fim, a vítima informou que o autor postou no seu próprio status do WhatsApp uma foto da vagina da vítima, que, ao questionar o motivo da exposição, ele respondeu: “Vou ‘fuder’ com sua vida”.

Na busca realizada na residência do investigado, em Taguatinga Sul, foram apreendidos aparelhos eletrônicos e algumas pequenas porções de drogas, adquiridas para consumo pessoal.

No celular do suspeito, foram localizados vários arquivos (fotos e vídeos) íntimos da vítima e do casal, entre os quais a fotografia divulgada em seu status do WhatsApp. Pelos atos praticados, o autor foi indiciado pelos crimes de divulgação de fotografia de nudez sem o consentimento da vítima e de falsa identidade. Somadas as penas podem alcançar nove anos de prisão.

O autor foi detido em flagrante pelo crime de posse de drogas para consumo pessoal e foi liberado após assinar o termo de comparecimento em juízo quando for intimado.

Do Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<