Influenciadora digital vira ré por tráfico internacional de drogas

Ouvir Áudio

A influenciadora digital Laís Crisóstomo Aguiar, de 27 anos, tornou-se ré por tráfico internacional de drogas, após decisão da 1ª Vara Federal de Guarulhos, em São Paulo. A acusação foi realizada após denúncia feita pelo Ministério Público Federal (MPF) de São Paulo, em 1º/10.

A blogueira e o amigo e lavador de carros, Peterson de Souza Fontes, de 44 anos, foram presos no dia 5 de agosto, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, antes de embarcar para Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

A Polícia Federal encontrou, por meio do raio-X, 416 gramas de cocaína em cápsulas dentro de frascos de suplementos alimentares nas malas da influenciadora digital e do lavador de carros.

Desde então, a blogueira está detida na Penitenciária Feminina de São Paulo. Peterson está preso no Centro de Detenção Provisória (CDP) 2 de Guarulhos.

De acordo com o jornal O Globo, os advogados de Laís, Rafael Serra Oliveira e Antônio João Nunes Costa, realizaram um pedido de habeas corpus, em que alegaram que a influenciadora não teve participação no crime.

Eles defendem que Laís teria utilizado a mala do colega, Peterson Fontes, para levar pertences pessoais. Os entorpecentes foram encontrados na bagagem. Apesar do argumento, a Justiça não acatou o habeas corpus.

Vida de luxo

Laís Crisóstomo Aguiar tem 392 mil seguidores no Instagram, onde ostentava um estilo de vida luxuoso. No entanto, todas as publicações foram apagadas pela influenciadora.

A blogueira é natural de Montes Claros, Minas Gerais. Imagens divulgadas nas redes sociais mostram a modelo posando com objetos de grifes, como Dolce & Gabbana, e ao lado de carros de luxo.

Do Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<