MPF denuncia grupo que contrabandeava cigarros para o RN por lavagem de dinheiro

Ouvir Áudio


Uma nova denúncia foi apresentada, pelo Ministério Público Federal, contra oito integrantes de um esquema de contrabando de cigarros no interior do RN, desbaratado pela Operação Smoke Route. A nova ação penal do MPF requer a condenação do grupo por lavagem de dinheiro, uma vez que, para ocultar a origem criminosa dos recursos, eles movimentaram R$ 245 milhões (entre 2018 e 2020) fazendo uso de 88 contas bancárias, muitas das quais em nome de “laranjas” e de empresas “de fachada” ou fictícias. 

Os denunciados também fracionavam os valores a serem depositados ou transferidos das contas – tentando fugir da atenção dos órgãos de fiscalização – e adquiriram imóveis e bens em nome de terceiros. Eles já foram condenados em primeira instância por crimes como contrabando de cigarros e organização criminosa. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *