Cinco pessoas são executadas na fronteira entre Brasil e Paraguai; vereador e filha de governador paraguaio estão entre as vítimas

Ouvir Áudio

Cinco pessoas foram executadas em menos de 24 horas na região de fronteira entre Brasil e Paraguai.

Entre as vítimas está Farid Charbell Badaoui Afif, de 37 anos, vereador de Ponta Porã, cidade sul-mato-grossense vizinha à paraguaia Pedro Juan Caballero; e Haylee Carolina Acevedo Yunis, de 21 anos, filha de Ronald Acevedo, governador do estado de Amambay, no Paraguai.

As polícias brasileira e paraguaia investigam os assassinatos e se há relação entre eles.

O primeiro a ser morto foi o vereador, que havia sido eleito pelo DEM. Ele foi executado na tarde de sexta-feira (8), quando andava de bicicleta. Poucas horas antes, publicou um vídeo nas redes sociais falando que passaria com o veículo em algumas repartições.

De acordo com a Polícia Civil, os tiros que atingiram o vereador foram disparados por uma pessoa que estava em uma motocicleta. No local foram recolhidos quatro munições de calibre ponto 45 e pelo menos um acertou o parlamentar, que morreu no local.

Os policiais recolheram equipamentos de gravação de imagens para análise do que foi capturado em relação à execução.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *