Acidente em gravação: diretora morre após Alec Baldwin disparar arma de fogo

Ouvir Áudio

A diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, morreu, nesta quarta-feira, 21, durante as gravações do filme “Rust”, no Novo México. Conforme informações da polícia local, o ator norte-americano Alec Baldwin, 63, disparou acidentalmente a arma de fogo no set sem saber que o objeto estava carregado. O diretor do filme Joel Souza, 48, ficou ferido. O acidente aconteceu na Bonanza Creek Ranch, nos Estados Unidos.

Ainda de acordo com as autoridades policiais, a cena contemplava o uso de uma pistola de apoio quando foi disparada. “Nós estamos tentando determinar que tipo de projétil foi usado na arma de fogo”, afirmou o representante da polícia local. Nenhuma pessoa foi presa na ocasião, mas uma investigação foi aberta para apurar o caso. 

“A produção foi interrompida por agora. A segurança do nosso elenco e da nossa equipe é nossa maior prioridade”, informou a equipe de Baldwin à imprensa norte-americana. O ator também é coprodutor do filme.

Hutchins foi levada em um helicóptero para o Hospital da Universidade do Novo México, mas não resistiu aos ferimentos. Souza foi atendido em uma unidade médica de Santa Fé e foi liberado. 

O acidente é similar ao que matou o ator Brandon Lee durante as gravações de um filme em 1993, após o disparo de uma arma de fogo carregada incorretamente.

Produção independente, “Rust” conta a história de um adolescente de 13 anos que é procurado após o assassinato acidental de um fazendeiro. As gravações foram iniciadas em outubro e estavam programadas para seguirem até novembro. O elenco conta ainda com a atriz britânica Frances Fisher, conhecida por seu papel como Ruth DeWitt Bukater, a mãe de Rose (Kate Winslet) no filme “Titanic” (1997). 

Baldwin é conhecido por atuar na TV americana desde 1980. Ele chegou a receber um Emmy pela participação no programa de comédia “Saturday Night Live”, em que interpretava o ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump. O ator também participou de filmes como “Missão Impossível” e “A Caçada ao Outubro Vermelho”.

Com informações da Reuters, AFP, NYT e EFE.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *