Saiba como cuidar da sua coluna e evitar lesões! Dez dicas

Ouvir Áudio

Foto: Shutterstock

Vários tipos de acidente podem resultar em lesão da coluna vertebral que, de acordo com a violência do traumatismo, da fragilidade óssea e da flexibilidade da coluna podem se traduzir em diferentes níveis e graus de dano.

Pela íntima ligação da coluna vertebral com a medula espinhal e as raízes nervosas, facilmente se compreende que também estas estruturas possam ser lesionadas de forma temporária ou definitiva e, com isso, condicionar uma diminuição ou abolição da função motora ou sensitiva abaixo do nível atingido.

A investigação científica no tratamento destas lesões tem uma longa história e já muito se sabe sobre a influência dos primeiros cuidados prestados ao doente no local do acidente, no transporte, no hospital e na reabilitação. Contudo, os resultados continuam sendo muitas vezes incompletos e desencorajadores.

Estima-se que em todo o planeta, cerca de meio milhão de pessoas por ano sejam vítimas de fraturas vertebrais com lesão neurológica o que, para lá dos enormes custos pessoais, implicam um pesado encargo econômico, familiar e social.

Como podemos prevenir?

A prevenção tem uma enorme importância neste tipo de lesões! Fique a par de dez conselhos que permitem diminuir o risco de contrair estas lesões:

1 – Use sempre cinto de segurança e cadeira apropriada para transporte de crianças.

2 – Não conduza veículos sob o efeito do álcool, drogas ou sedativos.

3 – Não use instrumentos que possam distrair a atenção da condução como o celular.

4 – Retire todos os objetos de casa que possam constituir obstáculos à deslocação segura dos idosos.

5 – Nunca mobilize alguém suspeito de ter uma lesão vertebral sem a supervisão de um profissional da emergência médica.

6 – Se é ciclista, obedeça aos sinais de trânsito e evite o uso de ‘phones’.

7 – Preste o maior cuidado na prática de desportos radicais e na equitação pelo elevado risco de lesão vertebral.

8 – Vigie de perto e atentamente as crianças. Uma queda de alguns centímetros pode resultar em lesões graves.

9 – Evite mergulhos de cabeça e se o fizer assegure-se que tem mais de 3 metros e meio de profundidade.

10 – Jamais empurre alguém de forma desprevenida para uma piscina.

Em caso de lesão, o que devemos fazer?

É importante saber que em caso de acidente grave deve contactar de imediato a emergência médica e evitar mexer na pessoa para não provocar lesões adicionais.

Fique atento a sinais como: dor intensa nas costas; perda de sensibilidade nos membros ou perda de controlo de determinada parte do corpo. Estes sintomas devem motivar a procura de um especialista para avaliar a situação clínica e recomendar o tratamento indicado.

O tratamento de lesões da coluna exige equipas especializadas e experientes nestas patologias. Nos últimos anos temos assistido a uma evolução nos tratamentos cirúrgicos, que, em simultâneo com um plano de reabilitação, nos permite encarar com mais esperança o prognóstico desta patologia. Contudo, o prognóstico depende do tipo de lesão e da sua extensão.

Nunca é de mais lembrar que mais vale prevenir do que tratar!

POR NOTICIAS AO MINUTO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *