Com diesel em alta, caminhoneiros confirmam greve a partir desta segunda-feira (1º.nov.2021)

Ouvir Áudio


Líderes caminhoneiros se mobilizam para dar início a uma greve nacional a partir de meia-noite desta 2ª feira (1º.nov.2021). A União, no entanto, obteve liminares que proíbem o bloqueio de rodovias federais em 20 Estados. 


A greve dos caminhoneiros foi convocada em 16 de novembro, em meio à alta dos combustíveis. Os caminhoneiros pedem a revisão da política de preços da Petrobras, além da constitucionalidade do piso mínimo do frete e o retorno da aposentadoria especial da categoria. 

As reivindicações dos caminhoneiros foram lembradas por líderes da categoria, que também participaram da greve de 2018, em grupos de WhatsApp neste fim de semana. Lideranças também afirmam que a greve está mantida, apesar de o governo ter obtido liminares que proíbem o bloqueio de rodovias federais e determinam que os grevistas sejam multados em até R$ 100 milhões. 

Na manhã deste domingo (31.out.2021), o diretor da CNTTL (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística), Carlos Alberto Dahmer, pediu que os caminhoneiros se mobilizem para chamar atenção das autoridades nacionais às demandas da categoria. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *