Calote” do Governo do RN pode prejudicar 2,5 mil procedimentos cirúrgicos por mês em Natal

Ouvir Áudio

Devido a falta de repasses do Governo do Estado para a Prefeitura do Natal, a Cooperativa de Anestesiologistas do Rio Grande do Norte (Coopanest/RN) suspendeu no dia 1° de novembro os atendimentos às cirurgias eletivas do Sistema Único de Saúde (SUS) na capital potiguar.

A Cooperativa estima que, caso persista a falta de repasses, que 2,5 mil procedimentos cirúrgicos podem ser afetados.

O próprio secretário estadual Cipriano Maia já disse que reconhece a dívida, mas informou que não vai pagar. De acordo com ele, se fizer os repasses, vão faltar recursos para manutenção da pasta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *