Carro fica crivado de balas em tentativa de assalto no acesso sul ao Aeroporto de Natal

Ouvir Áudio

Foto: Divulgação

Um carro ficou com várias marcas de tiros após uma tentativa de assalto na estrada do acesso sul ao Aeroporto de Natal na madrugada desta quinta-feira (11). O crime aconteceu por volta das 2h. Ninguém ficou ferido. Uma família oriunda de Lajes se deslocava para o aeroporto onde buscaria uma outra pessoa. Estavam no carro um homem, uma mulher e uma criança.

Segundo relato da família, os criminosos saíram do mato armados e invadiram a pista, anunciando o assalto. O motorista então acelerou e fugiu dos bandidos, que dispararam.

Os tiros atingiram os vidros da frente e laterais. A família não tem certeza de quantos disparos foram efetuados. Uma das cápsulas ficou cravada no banco do passageiro, exatamente na parte onde encosta a cabeça – a pessoa estava abaixada e por isso não foi atingida.

Insegurança

Logo após o incidente, a família procurou ajuda com os motoristas por aplicativo que ficam do lado de fora do aeroporto enquanto aguardam viagens. “A família chegou muito amedrontada. O relato que a gente tem é de insegurança. Antes, tinham duas viaturas sempre fazendo o patrulhamento, hoje a gente só vê uma. E com isso os assaltos estão aumentando novamente, deixando toda sociedade potiguar amedrontada. Quem vem buscar sua famílias aqui, os motoristas, os taxistas, as vans. Principalmente quando faz esse roteiro aqui de madrugada”, reclamou um motorista que preferiu não se identificar.

Um outro motorista por aplicativo, Vitor Hugo de Oliveira, reclamou que a insegurança no trecho é algo corriqueiro. “Colocam cordas, grampos, tudo pra dificultar. É corriqueiro. Principalmente nesse fim de ano, com muita gente chegando. Aconteceu isso, aí a viatura vai ficar aqui uma semana, 15 dias no máximo. Depois some e começa tudo novamente”, criticou.

Ele diz que se sente “tenso” trabalhando no trecho. “É pedir a Deus pra dar tudo certo, mas infelizmente é assim”.

POR G1RN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *