Mulher tem 60% do corpo queimado em SP após cochilar com cigarro aceso na mão e provocar incêndio

Ouvir Áudio

Foto: Reprodução

Uma mulher de 35 anos teve 60% do corpo queimado após esquecer o cigarro aceso e a casa pegar fogo em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Segundo informado ao g1 neste domingo (14), o companheiro disse às autoridades que o cigarro pode ter atingido um resto de álcool utilizado para cozinhar.

De acordo com a Polícia Civil, o caso ocorreu em um imóvel na Rua Ramiro Bonfim, no bairro Antártica, por volta das 3h50. A Polícia Militar foi acionada para atender a um incêndio em uma residência, e quando chegou, as chamas já tinham sido controladas por equipes do Corpo de Bombeiros.

A mulher havia sido socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até o Hospital Irmã Dulce, em estado grave, devido às queimaduras. No imóvel, os policiais encontraram somente o marido dela, um jovem de 23 anos, que também estava na residência no momento em que o incêndio começou.

Conforme informações da polícia, ele contou às autoridades que ambos costumam cozinhar com álcool, e durante a madrugada, ela acordou e fumou um cigarro, mas acabou cochilando. Nesse momento, o cigarro caiu no chão, e provavelmente atingiu um resto de álcool, dando início às chamas.

Foram solicitados exames ao Instituto de Criminalística (IC) e ao Instituto Médico Legal (IML), e o caso foi registrado como incêndio culposo pelo 1º Distrito Policial de Praia Grande. A Polícia Civil segue investigando a ocorrência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *