Jovem mata mulher que o acolheu em sua residência e tenta “lacrar” em entrevista

Jovem mata mulher que o acolheu em sua residência e tenta “lacrar” em entrevista

A Polícia Civil (PC) prendeu Leonardo Silva, que se apresentou como travesti a Nilza Costa Pingoud, de 62 anos, ao pedir abrigo e ser acolhido pela aposentada. Silva é suspeito de matar a mulher e enterrar a idosa no quintal da casa dela, em Barretos (SP). A PC investiga as motivações do assassinato.
Ao chegar à delegacia de Frutal (MG), onde foi preso nesta quinta-feira, 3, Silva chegou sorrindo e mandou beijos para a equipe de reportagem da TV Globo que filmou sua chegada.

“Esse sujeito, que se apresentava como uma travesti, foi acolhido para morar na residência dela, por motivos ainda a se apurar”, disse Rafael Faria Domingos, delegado responsável pelo caso. “Atualmente, ele não se apresenta como travesti.”

Domingos aguarda o resultado da perícia para confirmar a causa da morte de Nilza, mas, em um primeiro momento, os investigadores trabalham com a hipótese de que ela tenha sido asfixiada enquanto dormia.

De acordo com a PC de Barretos, vizinhos encontraram o corpo de Nilza depois de notarem o sumiço da mulher, desaparecida por uma semana. Populares entraram na residência, viram terra remexida nos fundos do imóvel, chamaram a polícia e descobriram o cadáver.

A PC vê o caso como latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. Movimentações na conta bancária da vítima levam a crer que o crime possa ter sido premeditado.

Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

About Author

Blog alex de olho na notícia

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua veniam.

Categories