Masturbação coletiva de estudantes de medicina diante de jogadoras de vôlei causa revolta nas redes sociais

Masturbação coletiva de estudantes de medicina diante de jogadoras de vôlei causa revolta nas redes sociais

Bizarro, mas os estudantes de medicina que cometeram o ato alegam ser uma prática normal. 

Estudantes de medicina da Universidade Santo Amaro realizaram um ato de masturbação coletiva durante uma partida de vôlei feminino válida por um torneio universitário, São Carlos, no interior de São Paulo. 

O episódio, apelidado pelos alunos de “punhetaço”, ocorreu em maio deste ano, durante a Copa Calo, mas os vídeos viralizaram só no último fim de semana e provocaram revolta nas redes sociais.

Nas imagens, é possível ver um grupo de alunos na plateia com calções abaixados, com o pênis de fora, e se masturbando enquanto jovens da Universidade São Camilo estão em quadra.

Alunos da Universidade Santo Amaro ouvidos pelo Metrópoles afirmam que a prática é considerada “normal” em eventos universitários de Medicina.

“Tava todo mundo zoando. Não tem nada a ver com bater punheta. A ideia era mostrar o pau para a torcida rival, isso é normal em jogos de Medicina. Jogo de Medicina é como se fosse um outro universo. A gente sabe separar as coisas. Ninguém vai sair fazendo isso por aí”, afirma um aluno.

Metrópoles e G1

Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

About Author

Blog alex de olho na notícia

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua veniam.

Latest Posts

Categories