MPRN recomenda suspensão e revisão de processo seletivo em Angicos

MPRN recomenda suspensão e revisão de processo seletivo em Angicos

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou à Prefeitura de Angicos a suspensão do processo seletivo simplificado para a contratação temporária de agentes comunitários de saúde e agentes de endemias, previsto no Edital N° 001/2024.
O MPRN solicita que a suspensão seja mantida até que sejam encaminhados à Promotoria de Justiça de Angicos a retificação do edital citado com a justificativa a respeito da contratação ser temporária e não definitiva, conforme determina legislação pertinente. Caso não exista razão legal para a contratação temporária, a recomendação indica que seja providenciada a alteração do edital para que a contratação se dê na modalidade definitiva.

Além disso, o MPRN orienta que seja retificado o item 5 do edital para estabelecer como etapa do concurso a realização de “provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade de suas atribuições e requisitos específicos para o exercício das atividades”, conforme preconiza o art. 9º, da Lei n. 11.350/2006. O edital atual não prevê a realização de prova e nem fixa critérios objetivos a serem analisados durante a etapa de entrevista e de avaliação da experiência.

Outra retificação necessária é aumentar o prazo de inscrições para, no mínimo, 15 dias. No edital atual a inscrição é feita apenas presencialmente e durante dois únicos dias, o que dificulta e limita o acesso da população ao processo seletivo.

Por fim, o MPRN recomenda a reabertura das inscrições do processo seletivo, por prazo razoável (no mínimo 15 dias) a ser contado quando da retificação. Logo, o edital precisa prever a possibilidade de novo prazo para recursos e a publicação de uma nova divulgação da lista de inscritos.

A recomendação foi encaminhada ao prefeito de Angicos e ao presidente da Comissão Especial do processo seletivo. Ambos devem remeter à Promotoria de Justiça informações sobre as providências adotadas em face ao que foi orientado. O MPRN informa que, em caso de não acatamento, adotará as medidas legais necessárias a fim de assegurar a sua implementação.

MPRN

Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

About Author

Blog alex de olho na notícia

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua veniam.

Latest Posts

Categories