Foto: Anthony Devlin/Bloomberg/Getty Images

Três doses da vacina AstraZeneca contra a Covid-19 oferecem “níveis de anticorpos significativamente aumentados” contra a variante Ômicron do novo coronavírus. A informação foi divulgada pela farmacêutica, nesta quinta-feira (23), citando um novo estudo da Universidade de Oxford.

O estudo apontou que três doses da vacina da AstraZeneca ofereciam níveis de anticorpos contra a Ômicron comparáveis aos gerados contra a variante Delta após o regime primário de duas doses.

As descobertas, que ainda não foram publicadas em um periódico científico revisado por pares, também mostraram que os níveis de anticorpos gerados em pacientes que receberam uma dose de reforço da AstraZeneca foram maiores do que aqueles observados em pessoas que foram infectadas e se recuperaram naturalmente da Covid-19.

O estudo analisou amostras de sangue coletadas de 41 indivíduos que receberam três doses da vacina da AstraZeneca, junto com amostras de sangue de indivíduos que receberam apenas duas doses e aqueles que se recuperaram naturalmente de uma infecção anterior.

Os pesquisadores envolvidos no novo estudo da Universidade de Oxford não participaram do desenvolvimento da vacina, disse a farmacêutica em um comunicado à imprensa.

 

CNN Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui