Atleta paralímpica potiguar, Joana “Peixinha”, morre aos 37 anos

A atleta paralímpica potiguar, Joana Neves, conhecida como Joana “Peixinha”, morreu, aos 37 anos, na madrugada desta segunda-feira (18), em São Paulo. A atleta estava na capital paulista realizando exames, em busca de um diagnóstico para episódios de convulsão que vinha apresentando recentemente.

Segundo a Sociedade Amigos do Deficiente Físico (Sadef/RN), Joana estava no Centro de Treinamento Paralímpico quando se sentiu mal na noite do domingo (17), e foi levada ao hospital, mas não resistiu a uma parada cardiorrespiratória.

A informação também foi divulgada na página oficial da nadadora no Instagram, destacando as conquistas de Joana no esporte. “Joana deixou um legado marcante no mundo do esporte paralímpico, conquistando inúmeras medalhas e admiradores ao redor do mundo. Sua dedicação e paixão pelo esporte serviram de exemplo para muitos, e seu impacto será lembrado e celebrado por gerações”, diz um trecho do post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *