Macaco-aranha do crime morre em operação policial no México; 11 supostos criminosos também morreram no confronto

Um confronto entre policiais e traficantes no município de Texcaltitlán, no México, levou a morte de um primata de estimação dos criminosos. O corpo do animal da espécie macaco-aranha foi encontrado trajando uma fralda e um tipo de colete à prova de balas com uma camisa de estampa militar. As informações são do site Metrópoles.

De acordo com a publicação, o confronto ocorreu na última terça-feira (14), e o animal estaria junto de seu dono, um membro da família Michoacana, que comanda o tráfico de drogas na região, quando foi atingido na troca de tiros. O “macaco-aranha do crime” teria cerca de um ano de idade, segundo informações que circulam nas redes sociais.

O jornal mexicano O Informador afirma que o corpo do macaco-aranha será necropsiado por um veterinário especialista na espécie e um membro da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootécnica da Universidade Autônoma do Estado do México.

O caso também será analisado pelo Ministério Público local que vai apurar a ocorrência de ilícitos ambientais ou tráfico de espécies protegidas. Depois disso, caberá à Procuradoria-Geral do Estado do México dar continuidade ao processo.

Durante a operação, 11 supostos membros da família Michoacana morreram, 10 foram detidos e quatro ficaram feridos, três deles já receberam alta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.