Uma mulher de 19 anos, grávida, com cerca de cinco
Conecte-se Conosco

Renda Brasil

Mulher grávida e companheiro são presos por tráfico de drogas na Grande Natal

Avatar

Publicado

em

0 0
Read Time:1 Minute, 39 Second

Uma mulher de 19 anos, grávida, com cerca de cinco meses de gestação, foi presa em uma operação deflagrada pela Polícia Civil nesta terça-feira (24) em Macaíba, na Grande Natal. O companheiro dela e outro suspeito também foram detidos na ocorrência.

Segundo a 20ª Delegacia de Polícia de Macaíba, o trio foi preso durante a 25ª fase da Operação “Parabellum” e são suspeitos de tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse ilegal de arma de fogo e munições, associação criminosa armada e receptação.

As diligências foram realizadas no bairro Alta de Souza, em Macaíba.

Ainda de acordo com a polícia, o objetivo da operação é reprimir roubos a imóveis urbanos e rurais na cidade, além de desarticular a ação de organizações criminosas na região, com ações de combate aos crimes praticados por integrantes de organizações criminosas.

“Durante as investigações, os policiais civis conseguiram identificar os suspeitos presos nesta terça-feira (24), como autores desses crimes, além de identificarem os detidos como responsáveis por um ponto de venda de drogas fixado no imóvel onde eles residiam. Todos os suspeitos presos já eram investigados pela equipe”, informou o delegado Cidórgeton Pinheiro, titular da delegacia.

Ao longo das diligências, o grupo foi flagrado com drogas, uma espingarda calibre 12, diversas munições, celulares e outros objetos com registros de roubo. A mulher tentou fugir e esconder objetos ilícitos, mas foi localizada e presa.

Um dos suspeitos já havia sido preso por tentativa de latrocínio. De acordo com o delegado, a mulher grávida também tinha sido detida no dia 26 de julho de 2022, pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico, após ser flagrada com porções de maconha e “crack”, porém o companheiro dela tinha conseguiu fugir, na ocasião. Os dois foram indiciados e respondem a ação penal.

Após o flagrante desta terça-feira (24), o trio foi levado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil e deve passar por audiência de custódia nesta quarta-feira (25).

Avatar

About Post Author

Redação

Jornalismo comprometido com a verdade, de forma ética e responsável. Um portal interativo, onde o leitor também tem vez e voz.
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Continue Lendo
Clique Para Comentar

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Renda Brasil

BBB23: Produção dá carão em participante após pedido sexual inusitado

Avatar

Publicado

em

0 0
Read Time:21 Second

Key Alves levou uma chamada da produção do BBB23 na tarde desta segunda-feira (30/1), após pedir que Gustavo, mais conhecido como Cowboy, se masturbasse.

Em conversa com Domitila, Cristian e Paula no quarto Fundo do Mar, Key afirmou que Gustavo deveria ir se masturbar.

Domitila lembrou que os brothers são proibidos de se masturbarem no programa, e a sister acabou tomando uma bronca da produção do BBB23.

 

Avatar

About Post Author

Redação

Jornalismo comprometido com a verdade, de forma ética e responsável. Um portal interativo, onde o leitor também tem vez e voz.
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Continue Lendo

Renda Brasil

Polícia conclui inquérito e pede prisão de aluna da USP por desvio de cerca de R$ 1 milhão de formatura

Avatar

Publicado

em

0 0
Read Time:1 Minute, 25 Second

A polícia de São Paulo concluiu o inquérito sobre o desvio de cerca de R$ 1 milhão por parte da ex-presidente da comissão de formatura de uma turma de medicina da USP e indiciou Alicia Dudy Müller Veiga por apropriação indébita. A delegada responsável pelo caso pediu a prisão preventiva de Alicia.

O inquérito foi conduzido pelo 16º DP (Vila Clementino) e relatado à Justiça na última sexta-feira (27). A estudante foi indiciada por nove apropriações em concurso material. A pena para o crime de apropriação indébita é de até quatro anos.

Alicia, de 25 anos, afirmou à polícia em depoimento que usou parte do dinheiro arrecadado para a formatura em despesas pessoais, como aparelhos eletrônicos e aluguel de carro e apartamento.

Segundo a delegada Zuleika Gonzalez Araujo, titular do 16º Distrito Policial, Alicia afirma que perdeu todo o dinheiro arrecadado pelos estudantes, cerca de R$ 1 milhão. A presidente da comissão de formatura disse à polícia que teria retirado o valor que estava em poder da empresa ÁS Formaturas porque ele não estaria sendo bem administrado.

“Ela narrou que começou a sacar os valores porque começou a desconfiar da administração da empresa, que não estava tendo o rendimento que teria que ter. Sacou primeiro R$ 604 mil porque pensou que poderia investir de uma melhor forma, segundo ela alega. Começou a aplicar em instituições bancárias, começou a perder dinheiro e a se desesperar. Ela acabou retirando todo o valor e resolveu fazer apostas em loteria”, contou a delegada ao narrar o relato de Alicia.

A delegada afirma ainda que a versão apresentada pela estudante à comissão de formatura, de que teria retirado a quantia para fazer investimentos em instituições financeiras, não procede.R7

Avatar

About Post Author

Redação

Jornalismo comprometido com a verdade, de forma ética e responsável. Um portal interativo, onde o leitor também tem vez e voz.
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Continue Lendo

Policial

Sem pagamento, associação recomenda que policiais se abstenham de tirar diárias operacionais

Avatar

Publicado

em

0 0
Read Time:54 Second

A Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do RN (ACSPMRN), segue denunciando a falta de pagamento das diárias operacionais referente aos meses anteriores, bem como, a falta de uma previsão objetiva de uma data para o respectivo pagamento.

Nesse contexto, a entidade recomenda aos seus associados que se abstenham de tirar as diárias operacionais enquanto perdurar o inadimplemento do pagamento das diárias operacionais vencidas.

A Associação destaca que a diária operacional é tirada voluntariamente pelos policiais militares sacrificando o seu já escasso período de descanso, o que é feito visando prover um melhor conforto financeiro ao planejamento familiar dos militares.

Boa parte do serviço diário da Polícia Militar é feito com base no policiamento extraordinário pago com diárias operacionais, o que fica mais significativo no período da operação verão, e que a falta desse policiamento compromete a sensação de segurança da população potiguar.

A entidade reforça a cobrança junto ao governo do Estado que honre os compromissos financeiros com os policiais militares que saem diariamente às ruas arriscando suas vidas para prestar segurança à população.

Por Ismael Sousa

Avatar

About Post Author

Redação

Jornalismo comprometido com a verdade, de forma ética e responsável. Um portal interativo, onde o leitor também tem vez e voz.
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Continue Lendo

Ultimas

Fale com a gente pod
Olá estamos online Fale Conosco
👋
Olá meus seguidores podemos ajudar obrigado