Após perda de delegação de Rivanildo, Margares Barros é o novo tabelião interino no 1º Ofício de Assú

O corregedor geral de Justiça do Rio Grande do Norte, o desembargador Dilermando Mota Pereira, designou Margares Barros Figueiredo como tabelião interino do 1º Ofício de Assú (RN).

A designação é em função de estar vago o serviço desde 11 de janeiro, dia em que o presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), desembargador Vivaldo Pinheiro, assinou portaria em que aplicou a perda de delegação do tabelião titular do 1º Ofício de Notas e Registro da Comarca de Assú, Antônio Rivanildo de Carvalho.

O ato decreta “a extinção da delegação” e considera o tabelião “afastado definitivamente da titularidade da serventia”.

Já o atendimento presencial no 1º Ofício de Assú (RN) está suspenso até sexta-feira, dia 28. A decisão foi tomada pela juíza Aliene Daniele Belém Cordeiro Lucas em atendimento a solicitação do tabelião Margares Barros, designado para atuar interinamente no cartório.

Na decisão da juíza tem, entre as justificativas apresentadas pelo tabelião Margares Barros do atendimento, que ele “não recebeu o acervo do delegatário anterior, bem como dos seus substitutos e que “encontrou o cartório com documentos amontoados, de modo que necessita de tempo para fazer o inventario de toda a documentação”.

A juíza Aliene Daniele, ao acatar o pedido de suspensão, determinou que seja disponibilizado aos usuários um meio remoto de contato para solução de problemas urgentes. O atendimento pelo meio 9h às 17h.

NOTA: recebemos informações que houve violação no prédio do cartório após a decisão da justiça. Vamos apurar. AGUARDEM.

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.