A equipe do aeroporto das Ilhas Maurício encontrou um bebê recém-nascido em uma lata de lixo do banheiro de um avião.

Uma mulher de 20 anos de idade de Madagascar, suspeita de ter dado à luz durante o voo, foi presa.

O avião da Air Mauritius, que chegou de Madagascar, pousou no Aeroporto Internacional Sir Seewoosagur Ramgoolam em 1º de janeiro.

Funcionários do aeroporto descobriram o bebê durante uma inspeção de rotina. Eles imediatamente levaram o bebê para o hospital.

A mulher suspeita de ser mãe do bebê inicialmente negou que o filho fosse dela, mas foi submetida a um exame médico que confirmou que ela havia acabado de dar à luz.

Ela foi levada sob custódia policial para mesmo hospital. Ela e o bebê passam bem.

A mulher, que foi para as Ilhas Maurício com uma autorização de trabalho de dois anos, será interrogada assim que deixar o hospital e deve ser processada sob a acusação de abandonar um recém-nascido.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui