Campanha contra Febre Aftosa é prorrogada até 30 de junho


Devido à baixa adesão dos produtores, o Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (IDIARN) que é o responsável pela campanha de imunização dos rebanhos solicitou ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento a autorização para realizar a ampliação do prazo para que o produtor possa adquirir a vacina e imunizar os animais.

Diante dessa baixa procura, o órgão decidiu prorrogar a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa até 30 de junho.

Com a prorrogação, o produtor potiguar terá agora até o dia 30 de junho para adquirir a vacina e declarar o rebanho. Nesta etapa, a vacinação é obrigatória para todos os animais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.