Um adolescente de 12 anos precisou ser hospitalizado após ser atacado por um cachorro de grande porte, na tarde da última terça-feira (4), em Planaltina (DF). O cão, cruzamento das raças fila e pit bull, avançou na perna do menino quando ele estava na frente de casa.

O ataque foi interrompido pelo tio do rapaz. O homem, policial militar de Goiás, chutou o cachorro enquanto ele mordia o sobrinho. Após parar o ataque, o animal foi na direção do policial, segundo o relato dele. O militar então atirou no cão, que morreu na hora. O jovem foi encaminhado para o Hospital Regional de Planaltina.

Apesar dos ferimentos graves, o menor já se recupera em casa e não corre o risco de perder a perna. “Eu estava indo brincar com meus primos. Quando vi, ele [o cachorro] já estava em cima de mim, me atacando”, conta o adolescente.

O policial afirma que realizou a ação para proteger a comunidade, que estava assustada. O cachorro era de um vizinho da família e já havia realizado outros ataques anteriormente, segundo os moradores da região.

Testemunhas relataram que o animal havia saído após o dono ter deixado parte do portão aberta. O caso foi registrado na 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina), e o proprietário do animal, um senhor de 63 anos, pode responder por omissão de cautela na guarda ou condução de animal.

Do R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui