Agentes de saúde fazem a transferência de um paciente com coronavírus a outra unidade de UTI do país em um avião militar. 
 

A Alemanha está caminhando para restrições mais rígidas para tentar conter a quarta onda de coronavírus, que está crescendo cada vez mais rápido.  

– “A situação é dramática; é muito mais sério do que em qualquer outro momento da pandemia”, afirmou o Ministro da Saúde em exercício, Jens Spahn. As autoridades de saúde alemãs endureceram o discurso nos últimos dias, alarmadas com os recordes diários no número de infecções. 

Com a sobrecarga de hospitais em algumas áreas do país, necessário pedir ajuda ao Exército para se realizar uma transferência maciça de pacientes das unidades médicas saturadas para outras que ainda têm leitos de terapia intensiva disponíveis.  

É a primeira vez desde o início da pandemia que as Forças Armadas alemãs são utilizadas para realizar esta operação em grande escala, anunciou o ministro. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui