Delegado desabafa sobre crise gerada pelo Governo Fátima: “Cidadão de bem, você será cobrado”

O delegado de Macaíba, Cidorgeton Pinheiro, um dos destaques da Polícia Civil do RN, divulgou um desabafo nas suas redes sociais sobre os prejuízos da crise causada pelo Governo Fátima com os policiais civis.
Segundo Cidorgeton, as consequências não serão sentidas somente agora, mas no futuro, consequência da cobrança na sequência de operações contra o crime organizado.

Leia a nota na íntegra:

“CIDADÃO DE BEM, VOCÊ SERÁ COBRADO!

Os efeitos nefastos e desastrosos dessa crise gerada pelo Governo do RN contra os Policiais Civis ultrapassam os constrangimentos da espera longa para formalização de flagrantes, da falta de policiais nos plantões ou da desassistência momentânea à população que necessita dos serviços imediatos executados pela categoria (Boletins de Ocorrências, Guias para exames, locais de crimes e outros).

O preço que se pagará em breve é ainda maior e mais grave, a cada dia com os riscos aumentando exponencialmente e cujo débito já tem destinatário certo para cobrança. Ora, com os policiais civis parados, desmotivados e desrespeitados, todas as investigações e apurações de crimes graves, de grande monta e de repercussão também estão suspensos ou interrompidos.

Criminosos de grande porte estão aumentando suas logísticas para assegurar a impunidade nos seus crimes. Quadrilhas e bandos estão se articulando para novas e mais ousadas investidas contra o cidadão que luta de forma digna e legal para auferir o seu sustento e de sua família.

Organizações criminosas estão fixando territórios, expandido suas áreas dominadas e impondo suas regras para os habitantes das regiões por elas conquistadas. Essa conta chegará e a cobrança será impiedosa. Vidas serão perdidas, patrimônios conquistados após anos de trabalho e luta serão subtraídos em segundos para não mais serem recuperados.

Tudo isso sem o monitoramento ou sem o acompanhamento e a apuração da Polícia Civil que é, essencialmente, a responsável por investigar e combater as condutas desses criminosos cada dia mais organizados e violentos.

O cenário é tenebroso e assustador, deixando marcas profundas nos policiais civis, pois é impossível motivar e estimular um trabalhador que não tem reconhecido pelo seu próprio empregador o justo direito de lograr o seu sustento e da respectiva família. Essa crise custará caro, muito caro…

E O PREÇO SERÁ PAGO POR VOCÊ, CIDADÃO DE BEM;

(Gustavo Negreiros).

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.