Fiscalização em bombas de combustíveis no RN encontra irregularidades

As equipes de fiscalização do Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (IPEM/RN), verificaram, nos dois primeiros meses de 2022, quase três mil instrumentos de medição com objetivo de garantir o correto funcionamento dos mesmos e evitar prejuízos tanto para o consumidor como para o comerciante. As vistorias foram realizadas nos municípios da Grande Natal e também em Mossoró e região.

Foram verificadas 1.282 bombas de combustíveis, 922 balanças comerciais, 369 taxímetros, 81 cronotacógrafos (instrumento que registra a velocidade de veículos de carga), 75 esfigmomanômetros (medidores de pressão arterial) e 35 medidores de velocidade (radares), entre outros.

Durante as verificações, que são periódicas e devem ser realizadas anualmente em cada um dos instrumentos, cerca de 4% deles apresentaram alguma inconsistência. Em alguns casos, em que a irregularidade possa gerar prejuízo ao consumidor, os instrumentos foram retirados de uso até passarem por reparo e o estabelecimento comercial foi autuado e poderá sofrer multa.

“Iniciamos o planejamento de fiscalizações de 2022 pelos maiores municípios do Rio Grande do Norte com foco na verificação de bombas de combustíveis e balanças comerciais. Visando sempre que a sociedade constate a presença do Ipem na busca pela preservação da livre concorrência, do comércio justo e na proteção dos direitos do consumidor”, afirma o diretor-geral do IPEM/RN, Theodorico Bezerra Netto.

Sobre o IPEM/RN

O Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (IPEM/RN) é um órgão delegado do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) e também uma autarquia do governo estadual, vinculada administrativamente à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec/RN).

Possui equipes de fiscalização formadas por especialistas e técnicos em que realizam diariamente, em todo o Rio Grande do Norte, verificações periódicas visando garantir o correto e seguro funcionamento de balanças, bombas de combustíveis, esfigmomanômetros (medidores de pressão arterial), taxímetros, medidores de velocidade (radares), brinquedos, bicicletas infantis, produtos têxteis, extintores de incêndio, produtos pré-medidos, entre outros materiais.

Quem desconfiar ou encontrar irregularidades pode informar a Ouvidoria, pelo telefone: 0800-281-4054 (ligação gratuita), [email protected] ou pelo whatsapp (84) 3222.9079 e 98147-9433.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.