Homem é preso pela GM depois de agredir a ex-mulher em Guamaré

Um homem de 35 anos conhecido por Baiano, foi preso na manhã desta terça-feira (26), pela Guarda Civil Municipal de Guamaré, após agredir e ameaçar sua ex-esposa. Com as agressões o braço da mulher conhecida por Jô chegou a ser fraturado.

Populares acionaram a GM através do telefone funcional, informando que um homem estava agredindo uma mulher no conjunto Nossa Senhora Aparecida, mas conhecido por conjunto dos 120, em Salina da Cruz.

Quando a equipe da PM chegou ao local, o suspeito realmente estava na residência da vítima, de quem está proibido de se aproximar por decisão da Justiça.

De acordo com a vítima, a separação entre os dois ocorreu faz tempo, e seu ex ainda não aceitou o término do relacionamento. Desde que decidiu se separar, ela relatou a guarnição que vem sofrendo ameaças de agressão.

Descumprimento

De acordo com a Lei Maria da Penha (Lei no 11.340), artigo 24-A, descumprir decisão judicial que defere medidas protetivas de urgência a pena é detenção, de três meses a dois anos. E ainda, a configuração do crime independe da competência civil ou criminal do juiz que deferiu as medidas. E, na hipótese de prisão em flagrante, apenas a autoridade judicial poderá conceder fiança.

Os dois foram levados pela GM ao Hospital Manoel Lucas de Miranda, onde realizaram o exame de corpo delito.  O homem foi preso e encaminhado a 5ª Regional da Polícia Civil de Macau, para ser ouvido pelo delegado, Sandro Reges, e ficará a disposição da justiça.

Serviço

A população pode contribuir com as ações da Guarda Civil Municipal, denunciando crimes, e ligando através do WahtsApp (84) – 999434537. Sua identidade será mantida em absoluto sigilo.

(Guamareemdias).

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.